PANTANAL SUL

Mortes por envenenamento de onças-pintadas no Pantanal são investigadas pela PF


Por Dayane Medina 05/08/2021 sem comentários


onça envenenada

Foto: Pedro Nacib/Reprocon)

Foi deflagrada pela Polícia Federal (PF) na manhã desta quinta-feira (5), a Operação Yaguareté, que investiga a morte de várias onças pintadas em fazendas na região do Pantanal sul-mato-grossense. A policial apurou que os animais devem ter sido envenenados.

As onças pintadas se encontram em extinção no Pantanal. Ao todo foram 20 carcaças de diversos animais silvestres que foram analisadas pela PF. O analise se deu por conta do estado em que se encontravam os corpos dos animais, a suspeita é que eles possam ter sido vítimas de envenenamento provocado por ação humana.

Foram cumpridos ao todo quatro mandados de busca e apreensão, sendo três deles em fazendas na região de Corumbá/MS e um na área urbana do município de Campo Grande.

“Operação Yaguareté” faz referência à língua indígena Guarani, na qual a palavra “Yaguareté” significa Onça Pintada.

O caso

No dia 17 de junho, agentes do Ibama em conjunto com pesquisadores do Instituto Reprocon (Reprodução Para Conservação) encontraram na região pantaneira de Corumbá, quilômetros antes da chegada à Cidade Branca, duas onças pintadas mortas e outros 17 animais – entre urubus, gavião carcará, cachorro-do-mato e centenas de moscas.

A hipótese desse crime ambiental é a de uso indevido de veneno agrícola, ilegal no mercado brasileiro.

Denúncia

A Polícia Federal de Corumbá, informa que denúncias anônimas podem ser feitas através do e-mail uip.cra.ms@pf.gov.br e do telefone (67) 99131-9355.



Deixe um Comentário